Baixe grátis a Trasgo 16!

Só pedimos um twite ou post em seu Facebook:

Para saber como ler epub, mobi, e um pouco mais sobre as versões da Trasgo, leia aqui.

Leia Online

Editorial 16
Galeria: Jean Milezzi

Cápsula de Liberdade – Sandro G. Moura
Leia a entrevista sobre o conto

Mylène – Anna Fagundes Martino
Leia a entrevista sobre o conto

Rainha das Cinzas – Bruna Nora
Leia a entrevista sobre o conto

O Capricho dos Deuses – Carolina Menegotto
Leia a entrevista sobre o conto

O Estranho Caso dos Professores que Assobiavam – Leonardo Maran Neiva
Leia a entrevista sobre o conto

Revoluções – Vimala Ananda Jay
Leia a entrevista sobre o conto

Compartilhe depois de ler! ;)

Edições Anteriores

Seja um Padrinho ou Madrinha da Trasgo

Colabore com uma pequena quantia mensal (a partir de 1 real) e ajude a Trasgo a pagar os autores, ilustradores e se manter no ar por mais um ano. Se você gosta de ficção científica e fantasia brasileira essa é a sua chance de mostrar o seu apoio, divulgar o seu trabalho na Trasgo e ainda receber um ebook novo todo mês, além de participar de uma comunidade exclusiva!

(Clique no banner abaixo ou acesse padrim.com.br/trasgo)
padrim-site


ÚLTIMOS POSTS


A quantas anda a Trasgo?

Por  •  Avisos  •  9 de Abril de 2018

Olá, queridas madrinhas, padrinhos e leitoras da Trasgo! Rodrigo aqui, o editor. Neste post vou explicar o que está havendo com a Trasgo, por que estamos (muito) atrasados, além de novidades sobre a versão impressa, Padrim e tudo o mais. Este post é mais pessoal, mas a situação da revista tem tudo a ver...

Leia mais...


Entrevista: Vimala Ananda Jay

Por  •  Edição 16, Entrevista  •  9 de Abril de 2018

Vimala Ananda Jay é filósofa e escritora, saxofonista do Ungambikkula Tribe, autora do livro De A a Z - Uma aventura pela escrita, e idealizadora do Ateliê de Escritores. Qual foi a fagulha inicial, as inspirações de "Revoluções"? Gosto muito de artes visuais. Um quadro de Kopera serviu de inspiração para que...

Leia mais...


Revoluções

Por  •  Conto, Edição 16  •  9 de Abril de 2018

A pele de escamas de barro ressequido reveste outra, de plânctons luminescentes.Uma pétala, única, apenas uma, sozinha, queimada nas bordas pela fumaça de uma chaminé enterrada na terra, um geiser. Aquilo anda como um homem culpado, curvado, ainda não condenado; pesa, pelo sentimento de vergonha auto-infligido,...

Leia mais...


Ver todos os posts