Entrevista: Ademir Pascale

1
Por

foto_ademir_pascale

Ademir Pascale é escritor e ativista cultural. Participou em mais de 40 livros, sendo um dos mais recentes “Nouvelles du Brésil”, publicado na França pela editora Reflets d’ailleurs. Fã n° 1 de Edgar Allan Poe, adora pizza, séries televisivas e HQs.

Quais as referências e inspirações para Isaac?

Isaac é um nome bíblico. Ele foi um dos três patriarcas israelitas, um dos filhos de Abraão e o único filho de Sara. O seu nome significa “alegria”, ou mesmo “riso”, pois nasceu quando sua mãe já havia cessado o seu período fértil. Um milagre. Daí veio a inspiração para o meu conto, pois ele tinha que ser a peça central, o pivô para um novo recomeço na humanidade. Um verdadeiro milagre em meio ao caos instaurado.

Isaac tem traços bastante humanos, como impaciência e piedade. Por que não um androide frio e calculista?

Isaac é diferente dos outros androides, especialmente por carregar sentimentos e traços humanos. Na realidade até mais humano do que os próprios humanos. O lado frio e calculista deixo para os humanos mesmo. ;)

Você tem uma série de livros publicados de modo independente ou por editoras. Qual o mais importante para você?

Sem dúvida foi “O Desejo de Lilith”, publicado pela Draco em 2009. Criei um universo para o livro, onde demônios e anjos caídos perambulam pelas ruas de São Paulo. Coloquei nesta obra tudo o que mais gosto, como rock, personagens históricos que sempre aguçaram a minha curiosidade, como Platão, Vlad Tepes, Erzsébet Báthory, John Milton, Thomas Chatterton, Mary Shelley, Percy B. Shelley, Robert L. Stevenson, e também personagens mais recentes da história, como Jim Morrison e Kurt Cobain. Isso tornou um trabalho mais prazeroso, escrever sobre o que gosto, fazendo ligações entre os personagens e a trama. E até hoje, quase 5 anos depois do lançamento, recebo mensagens de leitores perguntando se o livro terá uma continuação.

Você organizou uma coletânea de contos inspirados por Edgar Allan Poe. Pode falar um pouco sobre ela e a influência de Poe em sua escrita?

Na realidade foram dois livros que fiz inspirados em Edgar Allan Poe: “Poe 200 Anos” (All Print) e “Nevermore – Contos inspirados em Edgar Allan Poe” (Editora Estronho). Estudei a vida do Poe na faculdade e posso afirmar que a inspiração em ser escritor veio 50% dele. A sua vida pessoal, que não foi nada fácil, e a sua criatividade, tornaram-me fã n° 1 dele. E já tem até uma editora interessada para que eu faça um terceiro livro sobre Poe.

O que é o projeto Fantastiverso?

Fantastiverso é uma criação minha e do Marcelo Bighetti, onde expomos nossos universos. O Marcelo disponibiliza o “Kolob” e eu “Caçadores de Demônios”, sendo que este meu universo veio do meu romance “O Desejo de Lilith”. Para os leitores que desejarem conhecer o nosso trabalho e baixarem os e-books gratuitamente, deixo aqui o link: fantastiverso.com.br.

Há algo no qual você tem trabalhado ou que esteja para sair que possa nos contar?

Sim, é a continuação do romance “O Desejo de Lilith” que será publicado pela Draco. O título será “Caçadores de Demônios”. Escrevi esse romance em 2013 e desde então está na editora. Fechei contrato no início de junho/2014, mas ainda estou aguardando por uma data ou mais notícias sobre o lançamento, assim como a capa. Para quem quiser saber mais, é só acessar o blog da editora Draco.

Qual os locais indicados para quem deseja conhecer melhor o seu trabalho?

No meu blog pessoal: odesejodelilith.blogspot.com.br e nas redes sociais Facebook: ademir.pascale e Twitter: @ademirpascale.

Editor
Editor
Rodrigo van Kampen é escritor, editor da Revista Trasgo, redator publicitário e foge de moto nos fins de semana. Já publicou em coletâneas da Aquário, Draco e em publicações independentes. Mora em Campinas com sua esposa e uma vira-lata, escreve em viverdaescrita.com.br e pode ser encontrado no Twitter como @rodrigovk.

Gostou desse conteúdo? Seja nosso padrinho ou madrinha e nos ajude a trazer mais autores e autoras na Trasgo! Com a partir de um real por mês você colabora com a revista e tem acesso a cursos, promoções e mais!

padrim-site Clique no banner ou acesse padrim.com.br/trasgo

Um comentário

  1. Miguel Carqueija / 1 de outubro de 2014 at 13:29 / Responder

    Gostei principalmente de saber da influência de Poe em sua vida de escritor. Ele também foi fundamental para mim.

Comente

Antes de enviar um comentário, por favor leia os Termos de Uso.