Entrevista: Roberta Spindler

0
Por

Roberta Spindler

Roberta Spindler nasceu em Belém do Pará, em 1985. Graduada em publicidade, também trabalha como editora de vídeos. Nerd confessa, adora quadrinhos, games e RPG. Escreve desde a adolescência e é apaixonada por literatura fantástica. Tem contos publicados em diversas antologias e é coautora de Contos de Meigan – A Fúria dos Cártagos. A Torre Acima do Véu é seu segundo romance. Twitter: @robertaspindler/ Fanpage: fb.com/robertaspindlerautora/ Blog: ruidocriativo.wordpress.com

“O Preço da Cura” traz um vampiro psíquico, uma criatura comum em RPGs do assunto. É daí que saiu Simão?

A ideia para o conto surgiu três anos atrás, quando li a chamada para uma antologia da extinta editora Infinitum. O tema era justamente Vampiros Psíquicos e achei algo bastante diferente do usual. Decidi abordar o assunto.

Seu conto evita a noção de criaturas “boas e más”, optando por facetas mais complexas das personagens. Conte para a gente como foi escrevê-lo.

Essa faceta complexa é algo recorrente em meus textos. Quando falamos da índole das personagens não gosto de deixar tudo “preto e branco”, uma área mais cinzenta me atrai. Prefiro abordar interesses e deixar que o leitor faça os julgamentos sobre o que está lendo.

Jonas se vê preso em uma situação difícil. Qualquer que seja a sua escolha, há grandes perdas. O que você decidiria no lugar dele?

É uma pergunta bem difícil. Eu realmente não gostaria de estar na pele de Jonas. Na situação em que ele se encontrava, creio que acabaria tomando a mesma decisão, mas com um grande aperto no coração.

Pode falar um pouquinho sobre “Contos de Meigan – A Fúria dos Cártagos”?

Foi meu primeiro romance publicado, escrito em parceria com Oriana Comesanha. É o primeiro volume de uma trilogia de alta fantasia. Meigan é um mundo diferente do nosso, morada de seres especiais e poderosos que se denominam magis. O livro começa com a magi Maya Muskaf preparando-se para voltar para casa, depois de três anos vivendo na Terra. No entanto, ela acaba se deparando com uma grande guerra. Sem saber os motivos daquele conflito, tem que lutar para se proteger e também descobrir o paradeiro de sua mãe, a governante daquele lugar. Tenho muito orgulho dessa história, pois ela marcou o início da minha carreira como escritora. Os outros dois volumes da trilogia estão prontos, espero publicá-los em breve.

Você lançou este ano seu novo livro “A Torre Acima do Véu”, pela Giz Editorial. Sobre o que se trata o livro?

A Torre Acima do Véu é uma distopia com muita ação e mistério. Um livro ágil e que adorei escrever. Quando uma densa e venenosa névoa surge misteriosamente, pânico e morte tomam conta do planeta. Os poucos sobreviventes se refugiam no topo dos megaedifícios e arranha-céus das megalópoles. Cinquenta anos se passam, na megacidade Rio-Aires, Beca vive do resgate de recursos há muito abandonados nos andares inferiores, junto com seu pai e seu irmão. A profissão, perigosa por natureza, torna-se ainda mais letal quando ela participa de uma negociação traiçoeira e se vê cada vez mais envolvida em perigos e segredos que ameaçam muito mais do que sua vida ou a de sua família.

A Giz Editorial fez um trabalho incrível no livro, fiquei muito satisfeita. Recebi ótimos feedbacks sobre a história e estou muito contente. Espero que mais leitores se arrisquem sob a névoa!

A literatura brasileira parece estar em ótima fase, com bons autores surgindo em todo o Brasil, você sendo uma das representantes no Pará. Como você vê essa questão?

Creio que este é, sim, um ótimo momento para os escritores nacionais. As editoras mostram interesse em nossas obras e o público também. Tenho um imenso orgulho de representar meu estado e espero que minha jornada abra as portas para que outros escritores paraenses ganhem o destaque que merecem.

Como você prefere se expressar: escrevendo ou pelos vídeos no Youtube?

Cada mídia é diferente. Com a escrita eu me sinto muito mais a vontade, é o meu domínio, mas os vídeos no YouTube foram uma ótima surpresa. Recebi muito apoio e bons comentários, o que me incentivou a continuar. Nos vídeos, posso conversar de uma maneira mais informal sobre assuntos que adoro e com isso estreitar minha relação com os leitores. Acho que um acaba complementando o outro.

Para quem quiser conhecer o meu canal, aqui está o link: youtube.com/user/ruidocriativo

No que está trabalhando? Tem algo para sair ou projetos que você pode adiantar para a gente?

Estou trabalhando em dois projetos atualmente. Um deles é uma fantasia urbana que me deixa bastante empolgada e o outro é um texto mais juvenil. Não posso falar muito ainda, mas espero compartilhar mais novidades em breve. Além disso, recentemente participei de uma coletânea de Halloween organizada pelo blog Nem Um Pouco Épico. O e-book contou com vários autores que admiro muito e é gratuito, uma ótima forma dos leitores conhecerem mais do nosso trabalho. Link: nemumpoucoepico.com

Para quem quiser entrar em contato, ir atrás dos seus contos, livros e saber mais sobre você, qual o caminho?

Possuo vários contos na Amazon e publiquei em diversas antologias, principalmente pela Editora Draco. Meus trabalhos estão disponíveis nas livrarias e também em e-books. No meu blog, os leitores encontrarão mais informações sobre minhas publicações. Também possuo uma fan page onde posto notícias de eventos e novidades dos meus projetos. Adoro interagir com os leitores no Twitter, então podem me seguir por lá também!

Blog: ruidocriativo.wordpress.com
Twitter: @robertaspindler
Fanpage: fb.com/robertaspindlerautora

Editor
Editor
Rodrigo van Kampen é escritor, editor da Revista Trasgo, redator publicitário e foge de moto nos fins de semana. Já publicou em coletâneas da Aquário, Draco e em publicações independentes. Mora em Campinas com sua esposa e uma vira-lata, escreve em viverdaescrita.com.br e pode ser encontrado no Twitter como @rodrigovk.

Gostou desse conteúdo? Seja nosso padrinho ou madrinha e nos ajude a trazer mais autores e autoras na Trasgo! Com a partir de um real por mês você colabora com a revista e tem acesso a cursos, promoções e mais!

padrim-site Clique no banner ou acesse padrim.com.br/trasgo

Comente

Antes de enviar um comentário, por favor leia os Termos de Uso.