Galeria: Marcelo Bighetti

0
Por

gal_Mecha_Saci

gal_speedPainting

gal_2torres

gal_EditheTimmie


foto_marcelobighetti_

Marcelo Bighetti nasceu em 1968. Casado com Adriana desde 1995, é extremamente apaixonado por ela e pelos quatro filhos. Além de designer e escritor, é leitor compulsivo desde menino. Possui vários contos publicados e trabalha atualmente na novela FC “KOLOB: A Ascensão dos Deuses” (fantastiverso.com.br) e em um romance épico fantástico inspirado nas criaturas do folclore brasileiro. Seu conto “Novo Início” é best seller na categoria ficção científica da Amazon (amazon.com.br/dp/B008MZYKMY)

Como costuma ser o seu processo de criação? Quais técnicas você domina, utiliza e prefere?

Esta é uma pergunta difícil. Primeiramente, acho melhor explicar meu histórico. Na minha adolescência eu desenhava muito, utilizando grafite, lápis de cor e pastel seco. Por volta dos 21 anos deixei por completo a área artística, por motivos que na época pareciam certos, mas vejo hoje que errei. Me arrependo profundamente.

Ano passado resolvi fazer alguns cursos de pintura digital e desde então estou tentando recuperar algumas décadas de ostracismo nesta área. Ainda estou aprendendo e testando algumas técnicas, mas posso dizer que prefiro a chamada speed painting (pintura rápida) onde as pinceladas são rápidas e os detalhes se mesclam com o todo da ilustração. Não sei bem ao certo como é meu processo de criação. A cena aparece em minha mente, talvez inspirada por um texto, a partir daí tento colocar na tela. É algo meio que abstrato o processo de criação, difícil explicar.

Qual foi a inspiração e técnica para a imagem do encontro do mecha com o saci?

Sou fã do folclore brasileiro, o qual tenho estudado por mais de uma década, e suas criaturas me fascinam. Sendo grande apreciador de ficção científica, há um tempo pensei em escrever um conto sobre mechas caçadores de sacis, que no final acabou virando a ilustração. Quem sabe em breve eu escreva este conto ou se algum escritor quiser se aventurar inspirando-se nesta ilustração, fique à vontade.

A técnica foi a speed painting no Photoshop. Primeiro fiz todo o cenário, já com a localização do mecha e saci, e por fim finalizei os dois.

Você trabalhou em várias edições da Somnium como designer de capas e diagramador. O que você considera essencial em uma boa capa?

Para mim tem sido uma honra e um prazer trabalhar diretamente com o Somnium, publicação oficial do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica), pois leio tudo antes que todo mundo. Brincadeira, só consigo ler mesmo depois que está tudo pronto.

Tenho feito várias capas ao longo dos últimos anos, e a experiência me diz que, além de possuir uma tipografia adequada e todo o elemento gráfico bonito, a capa precisa mostrar parcialmente o tema do livro e ser misteriosa, não sendo um baita spoiler como tenho visto por aí. No caso do meu conto “Novo Início” eu mesmo que desenvolvi a capa; primeiro peguei um ovo, esbocei com lápis uma suástica, pintei com canetinha hidrocor preta, peguei emprestado um vestido vermelho da minha esposa, tirei uma foto e finalizei no Photoshop. É uma capa que “diz” e ao mesmo tempo “não diz” muita coisa, mas é misteriosa no seu todo.

Além de trabalhar com imagens, você também é escritor. O que pode nos contar sobre “Novo Início”?

Sim, escrevo profissionalmente desde 2010, onde meu primeiro conto “Novo Início” fez parte de um livro dentro do projeto portal, no caso publicado no Portal 2001, idealizado pelo Nelson de Oliveira, o qual vi que escreve nesta edição com o pseudônimo Luiz Bras.

Escrevi este conto na década de 90 e enviei para a Isaac Asimov Magazine Brasil, o qual foi rejeitado pois estava muito mal escrito. Ficou engavetado por muitos anos. Em 2010 resolvi dizer alguns “nãos” para poder dizer “sim” para mim, então decidi escrever seriamente. Peguei o “Novo Início” e rescrevi-o após ouvir crítica e dicas de outros escritores que me mostraram onde melhorar.

“Novo Início” é um conto de FC onde misturo fatos históricos com elementos de ficção. Se passa no período da segunda guerra mundial, onde exploro a tecnologia nazista, tema que me fascina. Como tenho a triste mania de soltar spoilers, acho melhor colocar aqui a sinopse:

“Hitler acabara de deixar para trás o estádio de Nuremberg, lotado de jovens arianos que o idolatravam. Sem dúvida, um líder muito admirado, porém sua ambição ainda não encontrara limites. No banco de trás da Mercedes que o conduzia, o Führer estava absorto em recordações. De um passado recente a uma época mais remota, seus pensamentos o levaram de volta à mocidade, fazendo com que reencontrasse um rapazola com frustradas pretensões artísticas. Uma estranha aeronave, visitantes insólitos e jovens casais arianos em missão secreta. Estes são apenas alguns dos ingredientes desta trama repleta de surpresas, que mescla política, ficção científica e mistério.”

Em que tem trabalhado? Tem algo para sair que você pode nos adiantar?

Na área literária tenho dois contos de ficção científica que estão para ser publicados em 2015. Também estou escrevendo uma novela FC e um romance fantástico baseado no folclore brasileiro, que espero terminar até o final do ano.

Como ilustrador estou aumentando meu portfólio com ilustrações baseadas em meus escritos para assim poder chamar mais a atenção e vender minha arte.

Também tenho uma parceria com um roteirista e ator, e iremos lançar ainda este ano um curta inspirado em um dos meus mini contos.

Quem quer buscar mais sobre o seu trabalho, entrar em contato, quais os links?

Tanto minhas obras literárias, assim como meus trabalhos de designer e ilustrador podem ser verificados no meu site marcelo.bighetti.com.br. Também podem me procurar no Facebook.

Editor
Editor
Rodrigo van Kampen é escritor, editor da Revista Trasgo, redator publicitário e foge de moto nos fins de semana. Já publicou em coletâneas da Aquário, Draco e em publicações independentes. Mora em Campinas com sua esposa e uma vira-lata, escreve em viverdaescrita.com.br e pode ser encontrado no Twitter como @rodrigovk.

Gostou desse conteúdo? Seja nosso padrinho ou madrinha e nos ajude a trazer mais autores e autoras na Trasgo! Com a partir de um real por mês você colabora com a revista e tem acesso a cursos, promoções e mais!

padrim-site Clique no banner ou acesse padrim.com.br/trasgo

Comente

Antes de enviar um comentário, por favor leia os Termos de Uso.