Galeria: Victor Strang

1
Por

victorstrang0

victorstrang1

victorstrang2

victorstrang3

victorstrang4

victorstrang5

victorstrang6

victorstrang7

foto_vitor_

Quando criança sonhava em ser psicólogo, mas na adolescência decidiu trabalhar com desenho, sonhando em fazer animação e games, suas maiores paixões e influências. Porém, o medo de um trabalho mal remunerado e de falhar na vida o fizeram ir atrás de uma profissão aparentemente mais segura, e cursou Publicidade por dois anos antes de trancar. Trabalhou em agências enquanto se formava em artes visuais e atualmente tem uma pequena editora de material institucional. Espera conseguir voltar a perseguir seu sonho de trabalhar com o que realmente ama.

Vamos falar sobre esta capa da Trasgo. Qual foi a inspiração para ela?

Minha inspiração veio de capas de revistas em quadrinhos antigas que via em sebos. Tentei reproduzir a sensação de que esse desenho era de algo semelhante àquelas revistas de quadrinhos, como a Heavy Metal.

Adorei como você trabalhou os detalhes nas criaturas, tanto a expressão um tanto entediada do astronauta quando os alienígenas que me parecem curiosos, com medo, etc. Isso está presente nos outros trabalhos, que parecem expressivos. Quais são suas inspirações nesse sentido?

Eu adoro desenhar personagens, mais do que qualquer coisa. E, mais do que simplesmente sua aparência física e roupas, para um personagem existir de verdade, mesmo que em somente uma ilustração, ele tem que passar alguma emoção. Mesmo que simples, tem que passar algo. Se não, ele é só um conceito visual. Essa ideia provavelmente vem das coisas que eu mais gosto: animação e videogames. São dois meios de entretenimento onde os personagens têm que passar essa emoção e personalidade em movimentos muitas vezes quase imperceptíveis. Ou então não vão atingir o coração de ninguém.

Quais são outros artistas favoritos, brasileiros ou não?

São muitos meus artistas preferidos, não saberia colocá-los num ranking ou algo assim. Mas alguns que vêm a minha cabeça sempre atualmente são Moebius (esse sempre está na minha cabeça), Hayao Myiazaki, Anthony Holden, Alessandro Barbucci, Zao Dao (uma chinesa que descobri recentemente e já marcou minha vida), além de muitos artistas que provavelmente nunca vou saber o nome que criaram os personagens de games que marcaram minha infância.

Pelo material que você mandou, vi uma predominância da aquarela, além de outros trabalhos em digital. Quais as técnicas em que prefere trabalhar?

Minhas técnicas preferidas são exatamente essas que você falou, aquarela e digital. Eu adoro a aquarela pela liberdade que eu sinto quando pinto. E o digital para trabalhar sem medo de errar e experimentar. Talvez eu passe a gostar de outras coisas, mas por enquanto são esses meios que mais gosto. Também gosto muito de fazer desenhos só com pincel e tinta nanquim.

Você disse que adora games. Quais são os seus favoritos de maneira geral, e quais são aqueles cuja arte mais te inspira?

Meu game favorito é o Metal Gear Solid. É um jogo que a história marcou o começo de minha adolescência e forjou muito do que sou hoje. Mas também reverencio os clássicos como Sonic, Mario e Zelda, que são franquias com personagens eternos, com design marcante e carismático, que vão estar sempre comigo.

Você comentou sobre uma breve carreira na área de publicidade antes de mudar para as artes visuais. O que tem a dizer para quem pensa em seguir nesta direção?

Já trabalhei em agencias de publicidade como designer e tive uma brevíssima passagem por um estúdio de animação pequeno de Campinas enquanto estava cursando a faculdade de artes. Atualmente tenho uma pequena editora de material institucional. Não tenho muitas expectativas de um futuro como artista, mas sempre vou ter o sonho de trabalhar com essas coisas que amo, como animação e games. Mas por enquanto desenhar é só um hobby e alguns trabalhos esporádicos como a capa da Trasgo.

Para quem gostou do seu trabalho e quer acompanhar e saber mais, quais os links?

Meu tumblr (victorstrang.tumblr.com) é um bom lugar para ver meus trabalhos. Mas no meu Facebook (fb.com/victor.strang.5) também costumo postar sempre que faço alguma coisa.

Editor
Editor
Rodrigo van Kampen é escritor, editor da Revista Trasgo, redator publicitário e foge de moto nos fins de semana. Já publicou em coletâneas da Aquário, Draco e em publicações independentes. Mora em Campinas com sua esposa e uma vira-lata, escreve em viverdaescrita.com.br e pode ser encontrado no Twitter como @rodrigovk.

Gostou desse conteúdo? Seja nosso padrinho ou madrinha e nos ajude a trazer mais autores e autoras na Trasgo! Com a partir de um real por mês você colabora com a revista e tem acesso a cursos, promoções e mais!

padrim-site Clique no banner ou acesse padrim.com.br/trasgo

Um comentário

  1. Emerson Leandro Penerari / 1 de abril de 2016 at 22:24 / Responder

    Grande Victor Strang! Conheço esse cara há mais de 10 anos, quando um dos meus sócios começou a dar aulas de desenho pra ele. Sempre criativo, desenvolve personagens com uma maestria única! Espero que continue produzindo para a Trasgo e para quem mais apreciar sua arte!

Comente

Antes de enviar um comentário, por favor leia os Termos de Uso.